FORA DA CARIDADE NÃO HÁ SALVAÇÃO ( Paulo, O Apóstolo - Paris, 1860 - "O Evangelho Segundo o Espiritismo" - Cap. XV, Item 10 - Allan Kardec)

Espírito amigo

Em muitas ocasiões nos encontramos em semelhante situação como a do navegante, que se encontra no meio do mar, sem direção, aguardando o vento bater nas velas para que, o barco tome um rumo.
Isso se equipara a vida sem sentido, sem um objetivo concreto, sem eira nem beira, sem destino, sem razão de viver.
Quando estiver nessa situação é porque sua fé em Deus, se um dia existiu, nada dela resta.
O vento sopra, diuturnamente, são suas velas que se encontram rebatidas.
Não é a falta de vento é a falta de fé.
Fé num propósito maior, que te colocou nesta terra para dar razão a sua existência.
Portanto, coragem!
A vida esta difícil? Faltam oportunidades? Falta compreensão? Falta companheirismo? Falta amor?
Saiba você, que enquanto estiver com a vela rebatida, tudo isso faltará e um pouco mais.
Na verdade nada falta, tudo está dentro de ti, e em abundância.
Por isso, levante suas velas e permita que o vento do senhor sopre nelas, te levando a mundos novos repletos de oportunidades que ampliaram os horizontes de suas necessidades.
Abra a vela de seu coração, deixe-a bem aberta e deixe sua fé em Deus te guiar.


Um amigo

Psicografia: Danilo Gustavo
Comunhão Espírita de Brasília
Grupo Meimei
(28.11.2015 - 18h) 

Nenhum comentário:

Postar um comentário