FORA DA CARIDADE NÃO HÁ SALVAÇÃO ( Paulo, O Apóstolo - Paris, 1860 - "O Evangelho Segundo o Espiritismo" - Cap. XV, Item 10 - Allan Kardec)

Pelo espírito: André

Cada dia é uma oportunidade singular, para o aprendizado e reflexão.
Somos espíritas, isso é verdade, mas não temos o direito de nos furtar ao trabalho próprio do auto desenvolvimento.
Seguindo a orientação dessa espiritualidade benfazeja, que acompanha, de perto, nossas reações às provas do dia a dia, daremos passos certeiros à vitória dos planos divinos.
Estamos, num momento, que o Evangelho no Lar semanal, não se apresenta suficiente.
Se tua família não pode te acompanhar, na prática diária do Evangelho, você, espírita, trabalhador efetivo dessa casa, tem o compromisso de atender ao chamado.
São as mensagens do Evangelho que darão mais força à razão, a fim de que cumpramos nosso papel com toda eficiência necessária.
Mas não é só isso.
Pelo contato, diuturno, com as palavras de consolação, abre-se um canal mais estreito de comunicação entre vocês e a espiritualidade maior.
Lembrem-se, que são representantes da verdadeira luz, e não tendes o direito de ser menos que o melhor, no desempenho desse papel.
A leitura rotineira do Evangelho e, por conseguinte, a compreensão amiúde de sua mensagem, tem o pode de realinhar sua estrutura molecular - matéria grosseira e quintessênciada.
Essa orientação já foi passada a este grupo, mas é importante relembrar, para que seja possível reavivar o propósito de fazer o bem e melhorar.
O nosso trabalho é exigido, mas que nunca, pois as transformações na nossa esfera tem sido por demais apressadas.
Por essa razão, devemos estar prontos ao trabalho.
Trabalho de qualidade, preparado pelo esforço efetivo de cada um.
Somos todos um no Cristo Maior.
Nós compomos um só corpo, unidade de firme propósito.
Cada um fazendo sua parte. Façamos, pois com amor, coragem e alegria.
Seu amigo,
André

Psicografia: Danilo Martins
Comunhão Espírita de Brasília
Grupo Meimei
(02.09.2017 - 18h)

Nenhum comentário:

Postar um comentário