FORA DA CARIDADE NÃO HÁ SALVAÇÃO ( Paulo, O Apóstolo - Paris, 1860 - "O Evangelho Segundo o Espiritismo" - Cap. XV, Item 10 - Allan Kardec)

Uma irmã

Coração aberto e mente elevada ao mais alto dos céus.
Se entregar ao amor do Cristo representa abraçar a senda da caridade, fundada no trabalho abnegado.
Diluindo o ódio e o rancor podeis se desprender das amarras que vos sossobram impedindo, pois, que eleveis ao mais grandioso alvorecer da alma.  
Estejam dispostos ao despertar do espírito, para que, libertos do cativeiro dos vícios, vejam o nascer de um novo dia, e assim, prontos se entreguem ao trabalho digno e abençoado.
Como nas névoas dos tempos, deixemos enterrados nossos pecados, amparados na certeza de que o Pai Eterno perdoa a todas que, sinceramente, desejam recomeçar.
Somos obreiros da seara do Senhor, portanto, com a força de nossa vontade, sustentada pelo fé no Salvador, coloquemos em atividade nosso compromisso de melhoramento pessoal.
Somos como um rio que flui para o mar, nesse sentido, limpemos o leito, para que nada nos impeça de chegar ao Criador, e dele usufruir a mais bela e perfeita virtude.
Desse modo, ávidos das graças eternas estaremos sempre prontos e dispostos a aprender a ajudar, ensinar e perdoar, amar e trabalhar para que a vontade de Deus se faça viva nesta terra.
Salve Deus!
Salve Jesus!
Salve Maria!


Uma irmã

Psicografia: Danilo Gustavo
Comunhão Espírita de Brasília
Grupo Meimei
(16.01.2016 - 18h) 

Nenhum comentário:

Postar um comentário