FORA DA CARIDADE NÃO HÁ SALVAÇÃO ( Paulo, O Apóstolo - Paris, 1860 - "O Evangelho Segundo o Espiritismo" - Cap. XV, Item 10 - Allan Kardec)

Pelo espírito: Bezerra de Menezes

Em coro cantam os anjos do céu, a cada obra de caridade que vós realizastes.
Pode ser um metáfora, mas encerra uma verdade universal.
O cosmos foi criado sob o influxo de leis imutáveis e, uma delas, é a harmonia.
Portanto, todas as vezes que realiza boas ações, contribui para manter a ordem e o equilíbrio de tudo o que vos rodeia.
O universo não é o caos, pelo contrário, é a ordem e a coesão.
De modo instintivo, ainda, nos sentimos impelidos por esta ordem de ideias, que demonstram a unicidade de pensamento entre todos os seres do cosmos, todas criaturas de Deus.
Quando digo, instintivamente, quero dizer que estamos a compreender, aos poucos, como funcionam as leis cósmicas, ao passo que, chegará o tempo que seremos capazes de sentir e compreender, em profundidade, os desígnios de Deus.
Por enquanto, continuemos firmes nas ações dirigidas no amor ao próximo, traduzida pelo trabalho incansável da caridade e do amor verdadeiros, estratificado pela lei imutável da harmonia que rege nosso mundo e o universo.
O que importa, para o momento, é saber que estamos no caminho e, acima de qualquer dúvida, caminhamos a passo certo, sob a orientação do Senhor Jesus, o Cristo Consolador.
Toda plêiade de irmãos e irmãs abnegados, da espiritualidade maior, partilham desse ideal e dele fazem a verdadeira razão de seu viver.
Portanto, nessa razão, sabeis que não estais sós nessa jornada, nesse caminho, diferente do que podeis pensar, estão todos vós, seareiros do Senhor, amparados e sustentados por essas correntes magnéticas dos ideais superiores.
São todos vós, elos da corrente universal e dela partilham das benesses e das responsabilidades advindas do alto.
Avante meus irmãos, sejamos nós o avanço da atividade regeneradora, para que, nessas horas de dúvida, nos tornemos fontes de luz e de esperança.
Na hora certa, no momento aguardado, essa corrente será acrescida de mais elos, que se constituirão de almas que reconhecerão como meta de vida, o amor ao próximo, consubstanciada pela caridade e pela compreensão sem medida.
Avante amigos, avante irmãos! Juntos venceremos!


Bezerra de Menezes

Psicografia: Danilo Martins
Comunhão Espírita de Brasília
Grupo Meimei
(9.4.2016 - 18h)

Nenhum comentário:

Postar um comentário